top of page
Posts Recentes

Cerca de 100 pessoas participam da V Mostra de Dança, no Teatro Cidade Livre


Nos dias 25 e 26 de maio, o Teatro Cidade Livre, em Aparecida de Goiânia (GO), foi palco da 5ª Mostra de Dança, evento que reuniu cerca de 100 participantes e teve como tema “Diversidade de Gênero”. Visando promover a visibilidade e a valorização da diversidade, a mostra utilizou a dança como uma poderosa forma de expressão, inclusão, diálogo e celebração das diferenças e da igualdade. 


O primeiro dia de apresentações contou com a participação de Viviane Reis, Aruna Grupo de Dança, Grupo Encontros, Vitor César, Felipe Eduardo, Beatriz Campos, Rosa Rezende e Cinara Santana. Cada um dos grupos e artistas trouxe ao palco apresentações que encantaram o público pela diversidade de estilos e pela qualidade técnica.


No segundo dia, o evento continuou com apresentações de Cinara Santana, Allan Silva, Ponto Dança, Michel Castro, Grupo Ritmos Dance Crew, Ayana Baladi, Andrea Cris, Movimento Urbano, sendo encerrado com a animada discotecagem do DJ Lu Santos.



Destaques das apresentações


  • Aruna: o grupo de dança nasceu em 2022 a partir do desejo de compartilhar técnicas e experiências da dança cigana, flamenco e dança do ventre. O grupo atua no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) João Natal de Almeida, no Parque Flamboyant, em Aparecida de Goiânia, ministrando aulas de dança cigana e dança do ventre. As coreografias apresentadas cativaram o público, combinando força, expressividade e beleza.


  • Grupo Encontros: conduzido pela professora da rede municipal de educação Kayara Pimenta, o grupo nasceu em 2013 e realiza um trabalho importante junto às  Escolas Municipais de Educação Integral (Emeis); proporcionando aos estudantes o acesso às diferentes técnicas de dança e a oportunidade de se apresentarem em diversos eventos na cidade.


  • Grupo Ritmos Dance Crew: especializado em dança urbana, trouxe uma energia contagiante para o palco, celebrando a cultura de rua e a criatividade espontânea.


  • Movimento Urbano: focado em expressões contemporâneas e urbanas, a turma impressionou com coreografias que refletem as realidades e os desafios das grandes cidades, mesclando técnica e emoção de maneira impactante.


  • Ponto Dança: com uma abordagem inclusiva e diversificada, apresentou uma série de interpretações que exploraram diferentes ritmos e estilos, destacando a diversidade cultural e a riqueza das tradições de dança.


Marco na promoção da diversidade

Kadu Marques, idealizador da mostra, ressaltou a importância do evento: “A V Mostra de Dança é um marco na promoção da diversidade e da inclusão. Utilizamos a dança para criar um espaço onde todos se sentem representados e valorizados.”


Allan Silva, presidente do Pontão e produtor da mostra, comentou sobre a realização do evento: “É honroso ver como a mostra cresceu e se tornou um ponto de encontro para diferentes expressões artísticas. Nosso objetivo é continuar incentivando a cultura e a diversidade.”

Cinara Santana, produtora do evento e dançarina do ventre, também compartilhou sua experiência: “Participar e produzir um evento como este é uma oportunidade única de mostrar a riqueza da nossa cultura e celebrar as diferenças. A dança do ventre, por exemplo, trouxe um toque especial e foi muito bem recebida pelo público.”


A mostra, realizada pelo Pontão de Cultura Cidade Livre, contou com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura de Goiás e do Ministério da Cultura, sendo contemplada pelo Edital de Seleção de Projetos n.º 20/2023 de Pontos de Cultura - Demais Áreas da Lei Federal Paulo Gustavo.



留言


bottom of page