Posts Em Destaque

'Desaparecidos' estreia neste sábado no Teatro Cidade Livre

Premiada na linha de Fomento ao Teatro 2016 - Manutenção de grupos -, por meio do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás, o espetáculo Desaparecidos circulará por 04 estados em mais de 15 cidades. A turnê começa em maio e vai até setembro. Todas as apresentações serão gratuitas

Com a presença na estreia da dramaturga boliviana Claudia Eid Asbun e direção do ator e diretor Narciso Telles, Desaparecidos coloca em cena o tema dos desaparecimentos na Latino América.


A peça, originariamente constituída por quatro personagens que procuram um modelo que reste do gênero masculino para compreender o que seria o relacionamento entre homem e mulher é realocada, nesta montagem, em duas vozes.


Para o diretor Narciso Telles na montagem da Cia. de Teatro Cidade Livre “temos um texto-performance de forma que o que é apresentado aos espectadores são jogos de palavras, [as de Claudia], corpos presentes e ausentes [dos atores e elementos cênicos] com os quais a plateia é convidada a partilhar as lembranças dos desaparecidos.


Sem uma linearidade narrativa, a encenação traça um diálogo sobre o texto e o tema partindo da ideia de aproximação dos fatos reais ao campo ficcional. Evocamos e convocamos os desaparecidos para com eles promover um acontecimento artístico, esclarece o diretor.


A representação teatral, além de encenação, também se constitui como uma instalação cênica. Convidado o espectador-participante, a estrutura cenográfica montada pós as apresentações, fica aberta à visitação. Está instalação interativa, estará suscetível a relativização e questionamentos da identidade teatral da encenação.


Em cena, Roger Thomas e Takaiuna Correia, corporificam os traumas individuais e sociais dos personagens. Eles também são responsáveis pela manipulação da iluminação e da montagem da instalação.


Premiada na linha de Fomento ao Teatro 2016 - Manutenção de grupos -, por meio do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás, o espetáculo Desaparecidos circulará por 04 estados em mais de 15 cidades. A turnê começa em maio e vai até setembro. Todas as apresentações serão gratuitas ao público local.


O espetáculo segue a proposta da Cia. de Teatro Cidade Livre no estabelecimento de um diálogo com a sua comunidade para a construção de uma memória social, artística e coletiva, valorizando o compromisso com a dignidade humana.


Sobre a Dramaturga


Claudia Eid Asbún é dramaturga, diretora teatral e atriz, iniciou sua carreira teatral em 1996 sob a direção de Hugo Francisquini. Formada em Comunicação Socila, atualmente

dirige sua companhia de Teatro Independente El Masticadero, fundada em 2005.

Seus escritos foram publicados na Bolívia (Quipus: nudos para una Dramaturgia Boliviana/ Antología del Teatro boliviano), na Espanha (Hojas Volantes), na Argentina (Antología del drama latinoamericano), Cuba (Antología de Dramaturgia Boliviana) e no Rio de Janeiro - Brasil, no projeto PERIFÉRICO (SESC-RJ).


Entre seus trabalhos premiados estão, "La Partida de Petra", que recebeu os prêmios de melhor drama e melhor diretor no Festival Bertolt Brecht 2007, também recebeu o Prêmio Nacional de Teatro Peter Travesí en 2009, e representou a Bolívia no Festival del Mercosur en Córdoba, Argentina. Sua obra “Posible pozo” venceu o concurso de dramaturgia “Agua, conflictos y encuentros” (2010). A peça “La carga” recebeu o Premio Peter Travesí e recebeu a menção Festival Bertolt Brecht en 2011. Seus último espetáculos “Los infelices” e “Princesas” também estão entre os selecionados pelo Prêmio Nacional Peter Travesí em 2014 y 2015, respectivamente.

SERVIÇO

Espetáculo: Desaparecidos

Companhia: Cia. de Teatro Cidade Livre

Duração: 50 minutos

Dia/ Horário: 26/05 – Sábado - às 19h 30min

Local: Teatro Cidade Livre (Av. Progresso Qd.21 Lote 04 casa 01 Jardim Monte Cristo, Aparecida de Goiânia-GO)

Entrada Gratuita

Classificação Indicativa: 14 anos



Posts Recentes